Araras, 16 de fevereiro de 2019

Faleceu nesta sexta-feira (4) aos 87 anos, o radialista e proprietário da Rádio Clube Ararense João Franchozza, mais conhecido Colera. Ele é um dos... Morre Colera, radialista e proprietário da Rádio Clube
Compartilhe em suas redes sociais!

Faleceu nesta sexta-feira (4) aos 87 anos, o radialista e proprietário da Rádio Clube Ararense João Franchozza, mais conhecido Colera. Ele é um dos mais conhecidos comunicadores do rádio de Araras.
Colera era natural da cidade de Leme e iniciou sua carreira profissional em Araras aos 25 anos, na década de 50. Era casado com Maria Terezinha Franchozza, com quem teve três filhos.
O corpo do radialista será sepultado nesta sexta-feira (04/01) às 18h no Cemitério Municipal de Araras.

Anos de história

João Franchozza, mais conhecido como Colera, nasceu na cidade de Leme em 23 de junho de 1931, filho de Emílio Franchozza e Elisa Sbrissa Franchozza, e mudou-se para Araras no ano de 1956. Colera era casado com Maria Terezinha Franchozza, tem três filhos Fernanda, Marcelo e Meire e duas netas, Ana Elisa e Barbara.
Em Araras, João iniciou a vida profissional trabalhando como chapeiro no restaurante “Night & Day”, época onde aprendeu a datilografia e passou a utilizar a máquina de escrever. Seu próximo emprego foi como instalador de linhas telefônicas na Companhia Telefônica Ararense, onde atuou de 1960 a 1966, período esse em que começou a se apresentar na rádio, ainda com o objetivo de somente cantar.
Em 1961, Colêra foi contratado para apresentar um programa político na rádio que tinha duração de meia hora, e era pra ser por um período de seis meses, no entanto, acabou ficando com o programa ao findar do contrato.
A partir desse programa, Colera passou para vários outros, praticamente morando na rádio. Assim largou o emprego na companhia telefônica para se dedicar ao trabalho na rádio. Em todos os horários e programas Colera era campeão de audiência, refletida nas inúmeras cartas que chegavam a emissora.
Com a popularidade obtida nas rádios, Colera e outros parceiros eram convidados a se apresentar em outras cidades, possibilitando ao radialista mostrar seu talento como cantor e também compositor.
Em 1978, já consagrado como grande comunicador Colera comprou a Rádio Clube Ararense AM, onde desde então passou a realizar investimentos para modernizar cada dia mais a emissora, que passou a ter sede própria na Avenida Washington Luiz, possibilitando assim a ampliação da grade de programas e também geração de vários empregos.
Colera estava no ar há mais de 50 anos, sempre com grande audiência e muitos patrocinadores. Sua voz era sem dúvida a mais conhecida de Araras e ele mantinha sua dedicação como empresário e comunicador até os dias atuais.

 

Compartilhe em suas redes sociais!

Rebeca Petrucci

  • Marcia Timachi

    4 de janeiro de 2019 #1 Author

    Sentimento grande.exelente amigo.humilde.alegre.sempre feliz.a cidade toda está em luto.temos que agradecer os bons momentos que passamos juntos .indiretamente,ouvindo pela radio clube ararense.com seu animado programa.vai em paz.infelismente sua missão terminou hoje.

    Responder

  • Douglas Rocha

    6 de janeiro de 2019 #2 Author

    Cólera, Um ícone da comunicação Ararense e região. Profissional que trazia alegria ás pessoas nas madrugadas da cidade e no alvorecer no campo. Recordo quantas vezes saindo em viagem com o rádio do carro sintonizado no programa do Cólera com ele chamando o Mané,, o Corujão, bons momentos. Minhas condolências aos familiares, funcionários e amigos.
    Douglas Rocha
    Ex – Vereador (1997-2004)

    Responder

  • gilberto alencar

    27 de janeiro de 2019 #3 Author

    Grande figura,grande pessoa,deixou uma lacuna na vida ararense que nunca mais será preenchida!

    Responder

  • Leandro Henrique bonon

    7 de fevereiro de 2019 #4 Author

    Boa tarde

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo não disponível para cópia.