Araras, 24 de agosto de 2017

Conhecido com uma dos pontos mais tradicionais para a torcida do palmeiras, o Bar América – o famoso Porqueria – existe há 60 anos... Vanderlei Curriel: o dono da Porqueria
Compartilhe em suas redes sociais!

Vanderlei ao lado do escudo do Palmeiras: tradição mantida desde época dos avós
(Crédito: Tiago Penteado/Tribuna)

Conhecido com uma dos pontos mais tradicionais para a torcida do palmeiras, o Bar América – o famoso Porqueria – existe há 60 anos e segue sob comando da mesma família: os Curriel. O nome é em alusão ao porco, animal mascote do time do Palmeiras.

O bar fica na esquina da Avenida Romana Ometto e Rua Oswaldo Russo e ferve quando o time do coração dos frequentadores disputa um campeonato. Quando o Palmeiras vence, então, a esquina vai abaixo – no bom sentido!

Quem mantém a tradição forte até hoje é Vanderlei Curriel, que disse que praticamente nasceu dentro do bar. “Morava ao lado do bar que foi criado pelo meu avô Geraldino Curriel. Depois passou para meu pai Osvaldo Curriel e está comigo até hoje”, relata.

Vanderlei explica que o nome oficial – Bar América – também tem ligação com o futebol. “Perto da Escola Alberto Feres ficava o campo do América e, quando tinha partida, torcedores e jogadores frequentavam o bar”.

Mas a fama de ponto dos palmeirenses no Jardim Cândida cresceu com o passar dos anos e o nome América ficou mais conhecido como Porqueria. “A família inteira é palmeirense e até existe um bar em São Paulo com o mesmo nome e quem deu ideia foi um amigo”, disse.

Vanderlei conta que até chegou a trabalhar durante quatro anos no Banco Bradesco, mas o talento para o comércio – no caso específico para bar – falou mais alto. “A tradição é de pai para filho e meus filhos já têm bar aqui no bairro”, finaliza. Ao que tudo indica, a tradição do Curriel para a cultura do boteco está garantida para as próximas gerações.

Compartilhe em suas redes sociais!

Tiago Penteado Repórter de Segurança, Meio Ambiente e Tribuna no Bairro.

Contato: tiago@tribunadopovo.com.br

Nenhum comentário por enquanto.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *