Araras, 28 de julho de 2017

            Já comentei diversas vezes que, no passado, Araras teve brilhantes jogadores de futebol. Logicamente cada um na sua época e com seu estilo...
Compartilhe em suas redes sociais!

            Já comentei diversas vezes que, no passado, Araras teve brilhantes jogadores de futebol. Logicamente cada um na sua época e com seu estilo de jogo.

            Hoje vou homenagear um grande campeão. Jogava na meia direita e também no comando do ataque, pois era veloz e driblava muito bem. Conseguia abrir defesas trancadas, com uma característica especial toda sua, com o giro do seu corpo, abrindo caminhos para finalizações de seus companheiros. Por ser de uma estatura alta, as bolas altas eram gol na certeza, principalmente quando da cobrança de um escanteio. Seu nome: Cezar Dezotti, carinhosamente mais conhecido como Chopp.

            Durante sua tragetória no cenário esportivo araranse, Chopp defendeu as cores do EC Circulista, Operário FC, Comercial FC, Associação Atlética Ararense, Usina São João e outras equipes.

            Era um jogador difícil de ser marcado, um terror para os goleiros, pois um pequeno discuido deixava sua marca registrada com sua cabecinha de ouro, e seu movimento de corpo que só ele conseguia fazer. Algumas vezes seu jogo não agradava alguns torcedores, pois ele jogava para o grupo, abrindo caminho para outros finalizarem.

            Em 1945, o Comercial FC possuia esse timão, categoria juvenil: Chile, Oswaldo, Faggion, Dalton, Renato Kammer Lima, Nilson Simioni, Chopp, Balotim, Claudio, Severino, Tonetti e outros.

            Em 1956, o Comercial FC é campeão ararense, e o dono da camisa 9 é Chopp. Ainda nesse ano, o time do Palmeiras da capital veio jogar em Araras, contra o Comercial FC, e venceu por 6 x 2, e os dois tentos ararenses foram de Eolinho e Chopp.

            No ano de 1957, 60 anos são passados, o Comercial sagrou-se bicampeão amador, com esses jogadores: Ismael, Zulu, Emerson, Linguiça, Basilio, Note, Bastiãozinho, Chopp, Edward, Baltazar e Otavinho (Pedro e Dalton).

            Quem não se recorda dessa linha fulminante: Bastiãozinho, Edward, Chopp, Baltazar e Otavinho. Em 1958 participa dessa outra máquina mortífera, formado por: Pepe, Zinho, Chopp, Baltazar e Otavinho.

            Em 1970 tive a satisfação de entrevistá-lo em Reminiscências Esportiva, pela Rádio Centenário de Araras. Em 1998, Araras esportiva amanhece de luto, com a triste notícia do seu falecimento, com apenas 69 anos de idade.

            Grande número de amigos esteve presente em seu funeral. As bandeiras da Associação Atlética Ararense e do Comercial FC, que tantas vezes tremularam nos estádios com os gols de Chopp, desta feita silenciaram colocadas sobre seu peito, na despedida deste mundo.

            A esse grande campeão da história do futebol ararense do passado, nossas homenagens em nosso Cantinho de Saudades.

Compartilhe em suas redes sociais!

Walter Gambini

Nenhum comentário por enquanto.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *