Araras, 23 de outubro de 2017

A Polícia Civil não tem informações da identidade dos suspeitos do assassinato de Everton Fernando Doná, de 32 anos, ocorrido no fim da tarde... Suspeitos de homicídio ainda não foram identificados
Compartilhe em suas redes sociais!

Crime aconteceu na última sexta-feira na Rua Alcino de Campos, zona sul

A Polícia Civil não tem informações da identidade dos suspeitos do assassinato de Everton Fernando Doná, de 32 anos, ocorrido no fim da tarde da última sexta-feira (4) no Jardim Santa Catarina, zona sul. Policiais militares e guardas municipais chegaram a realizar buscas pelos bairros da região depois do crime.

Um inquérito foi aberto pela Polícia Civil para investigar o caso e o delegado titular Edgard Albanez pondera que ainda não tem informações precisas sobre o caso. “Testemunhas relataram que a vítima estava construindo uma casa na rua que aconteceu o crime. Em determinado momento, uma motocicleta com dois homens se aproximou e a vítima, ao perceber que eles estavam armados, correu para dentro da garagem de uma casa que não tinha a ver com a situação”, explicou.

O delegado disse ainda que a perícia recolheu nove cápsulas de pistola de calibre .380 para ajudar na investigação. “Foram vários tiros e a parede dessa casa ficou com marcas. A vítima morreu ainda no local”, revela.

O crime aconteceu na Rua Alcino de Campos e gerou grande movimentação de pessoas, principalmente pelo fato de ter sido cometido durante o dia. Peritos do IC (Instituto de Criminalística) de Limeira estiveram no local, além do IML (Instituto Médico Legal).

A Funerária Municipal informou que Everton residia na Rua João Buzo, 965, Jardim Nova Olinda. O velório aconteceu no dia 4 de agosto e o sepultamento no domingo (6), às 15h, no Cemitério Municipal.

Compartilhe em suas redes sociais!

Tiago Penteado Repórter de Segurança, Meio Ambiente e Tribuna no Bairro.

Contato: tiago@tribunadopovo.com.br