Araras, 22 de setembro de 2017

Tema polêmico – 1             O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luis Roberto Barroso, liberou para julgamento o recurso do Flamengo no processo sobre...
Compartilhe em suas redes sociais!

Tema polêmico – 1

            O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luis Roberto Barroso, liberou para julgamento o recurso do Flamengo no processo sobre o título do futebol nacional de 1987, que a Justiça entendeu pertencer ao Sport. O recurso movido pelo time carioca havia sido suspenso no Supremo em agosto do ano passado. O tema volta à discussão, e eu não poderia deixar de dar meu “pitaco”.

 

Tema polêmico – 2

            Já adiantando, acho que o título é devido ao Sport mesmo, e explico meus argumentos. O futebol brasileiro vivia uma crise política e financeira na década de 1980, entre clubes e CBF (Confederação Brasileira de Futebol), ocasião em que o Clube dos 13 assumiu a organização da edição nacional daquele ano, campeonato denominado Copa União. Houve um consenso entre clubes e CBF em dividir os clubes participantes, em módulos Verde (com os 16 clubes maiores) e Amarelo (com 16 clubes menores). Ficou acertado, também, e que fique bem claro que foi antes do campeonato começar, que os dois finalistas dos dois módulos disputariam um quadrangular final para definir o campeão nacional geral da temporada.

 

Tema polêmico – 3

            Na final do Módulo Verde, o Flamengo derrotou o Internacional e foi o campeão, enquanto que no Módulo Amarelo, o Sport venceu o Guarani e sagrou-se vencedor. Após essas finais, entretanto, Flamengo e Inter se recusaram em disputar o quadrangular final. Oras… O que é combinado não é caro. Se houve consenso para a disputa do quadrangular final, então significa que Flamengo e Inter abriram mão de disputar oficialmente a fase final. Por esse motivo considero o Sport campeão, tanto que o clube pernambucano e o Guarani representaram o Brasil na Libertadores de 1988. E a Justiça também decidiu isso, apesar da apelação no STF.

 

Tema polêmico – 4

            Que fique bem claro: considero o Sport campeão oficial, mas o Flamengo de 1987 foi o melhor time do futebol brasileiro daquele ano. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Aquele Fla tinha um timaço: Zé Carlos; Jorginho, Leandro, Edinho e Leonardo; Andrade, Aílton e Zico; Zinho, Renato Gaúcho e Bebeto. E poucos se recordam do time campeão do Sport, do técnico Leão: Flávio, Betão, Estevam, Marco Antônio e Zé Carlos Macaé; Rogério, Ribamar (Augusto) e Zico; Robertinho, Nando e Neco.

 

Eu estava lá – 1

            Já citei neste mesmo espaço o amistoso internacional que o União São João realizou contra o Sporting Cristal, do Peru, realizado no Estádio Hermínio Ometto, em 2003. Foi 1 a 1, gol do União marcado por Pelica. Pois bem… O União realizou outro amistoso, mas bem antes, lá em 1988, logo no primeiro ano em que o clube disputou seu primeiro Campeonato Paulista na elite. Foi contra o XV de Piracicaba, na casa do adversário.

 

Eu estava lá – 2

            Quando o XV de Piracicaba completou 74 anos de sua fundação, em 1988, o União foi convidado para realizar um jogo amistoso. Com o empate em 1 a 1, o time ararense conquistou um troféu festivo, jogando com Privatti; Fernando, Samuel, Cavalcante, Haroldo, Vanderley, Adalto, Juca, Muniz (Edinho), Valdir Lins (Cássio) e Lu Grande (Hilder). Vários desses jogadores fizeram parte do elenco campeão da Divisão Especial de 1987, um dos títulos mais importantes da história do clube.

Compartilhe em suas redes sociais!

Célio Casarin