Araras, 27 de junho de 2017

Redenção             A noite de quinta-feira, 6 de abril de 2017, mexeu com Valdívia, pois o meia-atacante não aguentou a pressão pela qual passa....
Compartilhe em suas redes sociais!

Redenção

            A noite de quinta-feira, 6 de abril de 2017, mexeu com Valdívia, pois o meia-atacante não aguentou a pressão pela qual passa. De xodó dois anos atrás do Internacional/RS, passou a conviver com as críticas à medida que o clube afundou no rebaixamento de 2016. E, após quase ser negociado com o Corinthians, conseguiu a redenção na vitória por 3 a 1 sobre o Cruzeiro-RS, com direito a golaço.

 

Reforço

            Contratado pelo Palmeiras, o zagueiro Luan assinou na manhã de quinta-feira, na Academia de Futebol, contrato com o Palmeiras até o final de março de 2022. Depois de deixar o Vasco, por onde se destacou e chegou às seleções de base, tendo como auge a conquista da medalha de ouro olímpica com a seleção brasileira, o zagueiro está empolgado com a nova fase na carreira.

 

Vergonha

                Duas pessoas foram presas na Itália sob acusação de receber propina para facilitar o processo de cidadania italiana para brasileiros, incluindo diversos jogadores. Entre os atletas que tiveram seus nomes divulgados no escândalo estão o meia Bruno Henrique, ex-Corinthians e que hoje defende o Palermo, e Boschilia, que foi revelado pelo São Paulo e atua pelo Monaco. Outros jogadores citados no escândalo para conseguir a nacionalidade italiana são o atacante Eduardo Sasha, do Internacional, e Guilherme Lazaroni, do RB Brasil.

 

Prejuízo

            O Corrinthians divulgou na quinta-feira, em nota enviada à imprensa, que 218 cadeiras foram quebradas no tumulto entre torcedores da Universidad de Chile e policiais militares durante a partida entre os clubes, em Itaquera, pela Copa Sul-Americana. A confusão terminou com 26 torcedores presos e ao menos sete pessoas feridas. A diretoria do Timão promete acionar a Conmebol para informar sobre o ocorrido e vai cobrar o clube chileno pelo prejuízo. A idéia do clube paulista é de que os chilenos paguem pelas cadeiras danificadas.

 

Tom de despedida

                Chavez tem contrato de empréstimo até junho com o São Paulo e o futuro aponta para a saída do Morumbi. Reserva de Lucas Pratto e Gilberto, o argentino não esconde o carinho pelo Boca Juniors, responsável por cedê-lo ao Tricolor. Para voltar ao Boca Juniors, Chavez poderá influenciar no futuro do compatriota Centurión. O camisa 10 dos xeneizes está emprestado pelo São Paulo aos argentinos também até junho. Por isso, não está descartada uma negociação com moeda de troca.

Compartilhe em suas redes sociais!

Marcial D'Sanctis