Araras, 21 de outubro de 2018

Falta pouco para a estreia do Brasil na Copa do Mundo da Rússia. Depois de 24 dias de preparação, a Seleção entra em campo...
Compartilhe em suas redes sociais!

Falta pouco para a estreia do Brasil na Copa do Mundo da Rússia. Depois de 24 dias de preparação, a Seleção entra em campo no próximo domingo para enfrentar a Suíça, em Rostov, pela abertura do Grupo E. Diante de um adversário que sofre poucos gols, o técnico Tite e seus comandados sabem que o fator paciência será importante no primeiro jogo. Foi o que ressaltou o volante Paulinho na entrevista após o treino de quarta-feira, em Sochi.

Adversário

A seleção da Suíça treinou no fim da manhã de quarta-feira, na cidade de Tolyatti, na região de Samara. A atividade foi fechada durante a maior parte, com apenas os 15 minutos de aquecimento abertos para a imprensa. Nas entrevistas coletivas pós-treino, um dos assuntos foi Neymar. Mesmo com uma defesa forte, os suíços sabem que não há uma estratégia específica para parar o craque brasileiro.

Anfitriões

As críticas que a seleção da Rússia tem sofrido ao longo de sua caminhada até a Copa do Mundo em seu próprio país ainda incomodam elenco e o técnico da seleção.Em entrevista coletiva, o treinador Stanislav Cherchesov ressaltou a importância de ter o apoio dos torcedores para vencer o primeiro jogo e garantiu que seu time está preparado para mudar a opinião pública, mesmo após um período de preparação turbulento e de resultados negativos.

Bola da Copa 2018

Em 1962 a Nasa lançou um satélite que seria usado nas transmissões da Copa de 1970. Seu nome era Telstar, abreviação de Television Star (estrela da televisão, em inglês). Deste satélite não nasceu apenas a inspiração para o nome da bola da Copa de 1970, ela foi modelo também para o seu design. Inovadora, a bola Telstar de 1970 seria a primeira com 32 gomos usada em um Mundial. Estes gomos eram 20 hexágonos brancos e 12 pentágonos pintados de preto, para melhorar o contraste nos televisores da época. Depois de 48 anos, a fabricante resolveu homenagear esta bola precursora e batizou a que será usada na Copa da Rússia como Telstar 18. E para manter a tradição, ela também traz uma inovação: será a primeira bola interativa das Copas.

Compartilhe em suas redes sociais!

Marcial D'Sanctis

error: Conteúdo não disponível para cópia.