Araras, 23 de outubro de 2017

Magoado             A saída de Neymar para o Paris Saint-Germain surpreendeu muitos torcedores do Barcelona, principalmente por ocorrer menos de um ano depois de...
Compartilhe em suas redes sociais!

Magoado

            A saída de Neymar para o Paris Saint-Germain surpreendeu muitos torcedores do Barcelona, principalmente por ocorrer menos de um ano depois de o astro renovar seu contrato. Mas a diretoria do clube catalão parece não ter ficado surpresa, como deixou claro o presidente Josep Maria Bartomeu em evento na segunda-feira. Ao falar sobre o adeus do brasileiro, o mandatário desdenhou ao dizer que qualquer desfecho da novela das últimas semanas seria bom para o Barça, a permanência de um grande jogador ou o recebimento de uma ótima compensação financeira. Na verdade o tom da fala era de um dirigente magoado.

 

Caiu mais um

            Zé Ricardo foi o único a se pronunciar depois da derrota para o Vitória. Como de costume, concedeu uma rápida coletiva de imprensa na Ilha do Urubu e até projetou a semana de trabalho no Flamengo. O que fugiu da rotina foi o silêncio do restante do departamento de futebol. Nem o presidente Eduardo Bandeira de Mello e nem o diretor Rodrigo Caetano se pronunciaram após mais uma derrota. O recado extra-oficial, dado por Fred Luz, era de que o trabalho continuaria. O silêncio, no entanto, evidenciava que qualquer coisa dita naquele momento poderia deixar de ser verdade em questão horas. E foi o que aconteceu. Por volta das 21h de domingo, em reunião realizada na casa de Bandeira, Zé deixou o comando do Flamengo.

 

Jogo chave

            O Palmeiras teve uma sequência de seis jogos de invencibilidade no Brasileirão interrompida com a derrota por 1 a 0 para o Atlético PR, no domingo. Ao entrar em campo com um time totalmente reserva, o técnico Cuca bancou o risco em nome do jogo de quarta-feira, contra o Barcelona de Guayaquil, pelas oitavas de final da Taça Libertadores. No primeiro jogo o Verdão perdeu por 1 a 0, e existe uma pressão enorme para que o time vença e se mantenha vivo na Libertadores, caso contrário a paz deve ter fim na academia de futebol.

 

Na berlinda

            O técnico do São Paulo, Dorival Júnior, reconheceu que sua equipe tem problemas a resolver. Depois de mais uma derrota no Brasileirão por 2 a 1 para o Bahia, em Salvador, o treinador admitiu que o Tricolor não tem sabido aproveitar a posse de bola. Dorival terá a semana livre para treinar a equipe antes do jogo contra o Cruzeiro. E promete mudanças. O São Paulo continua na zona de rebaixamento.

 

Com folga

            Líder isolado do Brasileirão com 47 pontos, após a vitória por 3 a 1 sobre o Sport, o Corinthians terá 13 dias sem jogo até o duelo contra o Vitória, em 19 de agosto, na Arena. Isso porque a partida contra a Chapecoense, pela 20ª rodada, foi adiada por conta de uma excursão internacional do time catarinense. Segundo o técnico Fábio Carille, a programação foi toda decidida na segunda-feira. A ideia é conseguir recuperar fisicamente os atletas mais cansados e trabalhar aspectos técnicos específicos em determinados atletas.

Compartilhe em suas redes sociais!

Marcial D'Sanctis