Araras, 19 de setembro de 2017

Finais do futebol de base             Acontecem neste sábado (8) as finais do Campeonato Municipal de Base – categorias sub-11, 13 e 15, com...
Compartilhe em suas redes sociais!

Finais do futebol de base

            Acontecem neste sábado (8) as finais do Campeonato Municipal de Base – categorias sub-11, 13 e 15, com três jogos no Estádio Hermínio Ometto, a partir das 14h15: Sayão x Nakata (sub-11), Nakata x SE José Ometto (sub-13) e SE José Ometto x Nakata. Também hoje (8), só que no Estádio Joel Fachini, estão marcadas as disputas de 3º lugar com os seguintes duelos: Grena Nestlé x SE José Ometto (sub-11), Gema x Sayão (sub-13) e Cruzeirinho x Projeto Revelação (sub-15). O primeiro jogo começa às 8h.

 

Pendurados

            O técnico Fábio Carille e os jogadores do Corinthians repetem quase que diariamente que o pensamento da equipe é jogo a jogo. Quando o assunto é dérbi, porém, fica difícil convencer a Fiel torcida a entender essa filosofia. O foco dos alvinegros está na partida contra a Ponte Preta, neste sábado, às 19h, na arena, mas também no duelo contra o Palmeiras, na próxima quarta-feira, na casa do rival. Desta forma, o sinal amarelo é aceso em relação a possíveis desfalques para o clássico. O Timão tem quatro jogadores pendurados com dois cartões amarelos, que podem não enfrentar o rival caso sejam advertidos diante da Macaca.

 

Reforço

                Nilmar foi anunciado como reforço do Santos na sexta-feira, porém, levará um certo tempo até o torcedor alvinegro vê-lo em campo com a camisa do time. A estréia do atacante pode demorar até dois meses. Sem jogar desde maio de 2016 pelo seu antigo clube, o Al Nasr, dos Emirados Árabes Unidos, o jogador passará por uma intertemporada no Peixe. A comissão técnica comandará trabalhos físicos e técnicos para o jogador de 32 anos retomar as suas condições ideais. O planejamento é não ter pressa para colocar Nilmar à disposição de Levir Culpi.

 

Estratégia

                .O São Paulo mudou de estratégia para acertar o contrato de Dorival Júnior, em relação ao vínculo anterior, firmado com Rogério Ceni. Os dois assinaram pelo mesmo período: até dezembro de 2018. Mas a cláusula de multa rescisória é diferente. O acordo do Tricolor com o novo comandante prevê pagamento de dois meses de salários, em caso de demissão. Já a multa do ídolo, desligado na última segunda-feira, era de R$ 5 milhões na primeira temporada (valor agora devido a Rogério) e caía para R$ 2,5 milhões no segundo ano. O pagamento da indenização também estava condicionado ao aproveitamento do técnico.

 

Sem moleza

                A Procuradoria Geral da Fazenda Nacional recorreu nesta semana contra a decisão do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) que, em março, livrou o atacante Neymar de parte da multa de R$ 188,9 milhões aplicadas ao jogador pela Receita Federal. A Fazenda utiliza o recurso de embargos de declaração para questionar e solicitar esclarecimentos de trechos do acórdão. Neymar e seu pai, Neymar da Silva Santos, responsável pelas empresas que gerenciam a carreira do jogador, negam qualquer irregularidade. Os advogados de defesa do atleta não foram encontrados para comentar.

Compartilhe em suas redes sociais!

Marcial D'Sanctis