Araras, 14 de novembro de 2018

  O que fazem as bruxas? O Halloween está chegando e, além das festas e fantasias, também pode ser um momento muito oportuno para... Escritor fará em Araras palestra sobre a Religião Wicca
Compartilhe em suas redes sociais!

 

O que fazem as bruxas? O Halloween está chegando e, além das festas e fantasias, também pode ser um momento muito oportuno para nos perguntar: o que de fato fazem as bruxas?
Para responder a essa pergunta com maturidade, o bruxo e escritor Sérgio Lourenço realizará na noite do dia 31 de outubro, às 19h, no Salão de Eventos do Hotel Casarão (localizado: Av. Romana Ometo, 137 – Jardim Candida, Araras – SP) uma palestra sobre a Religião Wicca (Bruxaria Moderna).
Para participar basta doar na entrada do evento um quilo de ração para cães ou gatos, a qual será destinada a ONGs que acolhem os animais em situação de rua no município.
Sérgio conta que “estamos no século XXI, mas ainda o estigma sobre as palavras ‘Bruxa’ e ‘Bruxaria’ permanece quase o mesmo ao período da Inquisição, que foi responsável por levar à morte e à tortura, seja pela fogueira ou forca, milhares de mulheres, crianças e minorias sociais.”
O bruxo diz que “Wicca, como sinônimo de Bruxaria, é uma palavra de origem anglo-saxã, que não só compreende a raiz da palavra witchfraft como também quer dizer moldar, talhar, curar, nos remetendo à verdadeira história de que as bruxas do período pré-cristão eram mulheres e homens de sabedoria, responsáveis pela liderança espiritual dos clãs agrários e intervinham com a sua magia para curar e pedir por fertilidade e paz à terra, às plantações, às mulheres e aos animais através de seus rituais.”
Também conta que, na Era Moderna, “a religião Wicca se tornou pública em meados do século XX, na Inglaterra, por meio de Gerald B. Gardner, quando a última lei inglesa que criminalizava a prática de Bruxaria foi revogada em 1951.” Desde então, a Wicca se popularizou no mundo inteiro, primeiro em solo britânico, depois, nos EUA, chegando definitivamente ao Brasil no final dos anos 1990.
“Mulheres e homens encontram na Wicca um estilo e filosofia de vida, uma harmonia com a natureza, a igualdade de gênero, o autoconhecimento e a cura de si e do planeta.”, nos afirma Sérgio. Segundo o bruxo gardneriano, “a Wicca é uma religião viva, que se identifica com os ciclos da Terra, da dança mutante da Lua, do movimento dos animais, da reverência ao feminino sagrado. Bruxas e bruxos de verdade nunca foram responsáveis pelos malefícios de suas comunidades, como querem nos acusar, somos apenas indivíduos que, através da crença na magia, procuram curar suas relações consigo mesmos e com o mundo”.

 

 

Compartilhe em suas redes sociais!

Rebeca Petrucci

Nenhum comentário por enquanto.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo não disponível para cópia.