Elektro demora para instalar luminária em poste público

Único poste de energia elétrica sem luminária no final da avenida Fábio da Silva Prado, próximo ao Aeroporto Municipal (Foto: Célio Casarin/Tribuna)

A Elektro é a concessionária de fornecimento de energia elétrica de Araras e região e vem recebendo muitas críticas de seus usuários.
Um pedido feito ainda no mês de fevereiro para a execução de um serviço simples, mas após dois meses não foi solucionado, é a mais recente reclamação.
A solicitação é a instalação de uma luminária num poste público de energia elétrica, no final da avenida Fábio da Silva Prado (antes de chegar no Aeroporto Municipal), a pedido de moradores da região e de trabalhadores que utilizam o local diariamente, como a própria Tribuna.
Apenas um poste no final desta avenida não tem luminária, ocasionando constrangimento e insegurança para pedestres que passam pelo local à noite.
A própria Tribuna tomou iniciativa de fazer essa solicitação, via Prefeitura de Araras, conforme orientação da Elektro. A Prefeitura enviou ofício à concessionária de energia dia 26 de fevereiro, gerando um protocolo no dia 7 de março. O procedimento ainda depende de orçamento da Elektro para a Prefeitura aprovar e pagar o custo da luminária, para posterior execução do serviço. Porém, hoje já é dia 16 de abril e o problema não foi solucionado.

Queda de energia
Tribuna publicou no último sábado (13) matéria especial sobre o drama que empresários dos Distritos Industriais 2 e 3 passam com a constante queda de energia, prejudicando suas respectivas produções.
A volta do fornecimento de energia chega a demorar quatro horas e vem ocorrendo várias vezes por mês. Algumas indústrias já registraram prejuízos de R$ 40 mil e até mais de R$ 100 mil como conseqüência. O problema vem sendo percebido naquela região há cerca de dois anos, segundo os empresários.
A Elektro informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que na empresa, em 2013, foram registrados três eventos com interrupções de energia que afetaram o Distrito Industrial, sendo que duas delas estão atribuídas a descarga atmosférica. Segundo a Elektro, nesse período do ano é esperado uma ligeira elevação na quantidade de perturbações em redes aéreas de distribuição devido às condições climáticas desfavoráveis. Desde o começo deste ano, a concessionária de energia registrou aumento significativo na quantidade de descargas atmosféricas nesta região.

Compartilhe

Por em 16 de abril de 2013. Arquivado em Cidade,Manchete. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta notícia através do RSS 2.0. Both comments and pings are currently closed.

Comentários desativados.