Araras, 20 de outubro de 2017

Ele estava lá – 1             Qual jogo do União São João te marcou? Para o radialista Ademir Coghi, apesar de palmeirense, foi uma...
Compartilhe em suas redes sociais!

Ele estava lá – 1

            Qual jogo do União São João te marcou? Para o radialista Ademir Coghi, apesar de palmeirense, foi uma partida realizada em Araras diante do Corinthians, em que o União São João foi derrotado por 1 a 0, gol olímpico do Neto. Ademir justifica ao lembrar desse jogo: ele disse que a energia naquele domingo de 12 de maio de 1990 estava muito forte no Estádio Engenho Grande, principalmente pelo fato da presença de mais de 14 mil pessoas, talvez o maior público num jogo de futebol no Herminião. Foram 13.922 pagantes, e 496 menores, totalizando 14.418 torcedores.

 

Ele estava lá – 2

            Sem contar os diretores do União São João, talvez o ararense que mais tenha assistido jogos do clube foi o radialista Ademir Coghi. Isso porque ele sempre cobriu o time com sua equipe esportiva da Rádio Fraternidade AM – podemos dizer que deixou de assistir poucos jogos ao longo das últimas décadas. Esse jogo contra o Corinthians foi marcante para ele pelo clima de festa em Araras, inclusive com a presença nas tribunas de honra do estádio do folclórico presidente corinthiano, Vicente Matheus.

 

Ele estava lá – 3

            A década de 1990 foi mágica para o União São João. Disputou a elite do Paulista pela primeira vez em 1988, e a partir daí se destacou no cenário futebolístico. Especificamente no ano de 1990 o União não fez boa campanha e acabou caindo para uma divisão menor, junto com o São Paulo. O Corinthians tinha um bom time, tanto que foi campeão brasileiro naquele ano, na melhor fase da carreira do meia Neto. Entretanto, o campeão do Paulista foi o Bragantino, vencendo o Novorizontino na final caipira.

 

Ele estava lá – 4

            Veja a escalação dos dois times da partida União São João 0 x 1 Corinthians, em 12 de maio de 1990 – União: Silvio Roberto; Paulo, Fonseca, Murilo e Gléber; Vinicius, Odair e Marquinhos (Glauco); Bafafá (Kel), Cássio e Zimmerman Técnico: Palhinha. Corinthians: Ronaldo; Giba, Marcelo, Guinei e Jacenir; Marcio, Eduardo, Neto (Jairo) e Tupãzinho; Fabinho e Marcos Roberto (Valmir). Técnico: Basílio.

Compartilhe em suas redes sociais!

Célio Casarin